Fone: (11) 2408-8468 / (11) 2408-2625
Centro Médico Pedra Verde
Rua Prof Leopoldo Paperini , 113, CEP : 07095-060

O que é a cirurgia
micrográfica de Mohs?

É um tipo especial de cirurgia dermatológica indicada para alguns tumores (cânceres) específicos da pele.

Quais tumores?

Carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular com as seguintes características:

  • I- Localizado em áreas de risco (de ficar resquício do tumor se tratado incompletamente), H da face na figura acima
  • II- Tumores que já foram tratados em outro momento e que voltaram a surgir (chamados recidivados)
  • III- Mal delimitados (com limites pouco nítidos vistos pelo cirurgião)
  • IV- Determinados subtipos detectados na biópsia (exemplo : carcinoma basocelular esclerodermiforme ou carcinoma espinocelular mal diferenciado)

Outros tumores mais raros como dermatofibrossarcoma e carcinoma sebáceo , que apresentam alta agressividade no local em que se apresentam também devem ser tratados por esta técnica.

Quais os benefícios que esta técnica traz?

Está cientificamente comprovado que a cirurgia micrográfica de Mohs traz um duplo benefício:

  • I- Maior índice de cura
  • II- Melhores resultados estéticos

Por que estes benefícios são maiores quando comparados a outras técnicas de cirurgia convencional?

Porque o próprio cirurgião tem o preparo para utilizar o microscópio e ver o que removeu.

Desta forma, com segurança pode remover margens menores além do tumor pois se detectar resquícios na lâmina do microscópio imediatamente pode removê-los. E o que é melhor, apenas no local em que estes resquícios estão presentes já que o tumor é "mapeado" durante toda a cirurgia. Com a visualização da profundidade e lateralidade do tumor no microscópio, 100% das margens são avaliadas (por isso a maior taxa de cura). Como remove-se apenas o que for necessário, com margens menores, há grande tendência de se formar feridas menores, portanto melhor será o resultado estético.

Qual a formação do médico que faz cirurgia micrográfica de Mohs?

O médico em geral é um dermatologista com enfoque cirúrgico e que obrigatoriamente realizou 75 cirurgias com um supervisor (um cirurgião experiente na técnica). O objetivo é o treinamento em leitura de lâminas dos tumores removidos e em reconstrução das feridas cirúrgicas deixadas após a cura do tumor (a melhor possível para cada caso , do ponto de vista estético).